Job-à-Porter | Um blog sobre o lado profissional da moda.
O ESCRITÓRIO – CHEIO DE PERSONALIDADE – DA JENNA LYONS
O ESCRITÓRIO – CHEIO DE PERSONALIDADE – DA JENNA LYONS
O ESCRITÓRIO DE EVA CHEN
O ESCRITÓRIO DE EVA CHEN
Nova fase =)
NOVA FASE =)
DICAS DE OURO AO SE VESTIR PARA ENTREVISTAS DE EMPREGO – DE MODA!
DICAS DE OURO AO SE VESTIR PARA ENTREVISTAS DE EMPREGO – DE MODA!
0 Com.

Dicas de ouro ao se vestir para entrevistas de emprego – de moda!

Para (quase) todo mundo aquele momento de manhã na frente do armário tentando decidir “com que roupa eu vou?” é um drama, agora imagina esse momento quando você vai para uma entrevista de emprego!? Na área de moda?! Todas surtam!

Assim, hoje Dri blogueira sai e entra Dri Consultora de Imagem!

Só um lembrete antes de começar o papo: Eu vou dar dicas genéricas aqui, que são sugestões e possibilidades, nada é regra, ok!? E tudo tem que/pode/deve ser adaptado ao seu estilo e à sua realidade!

Então, vamos lá! Uma das coisas mais importantes a se falar é: se inspire nas pessoas da área/cargo/empresa no qual você está ambicionando.

the job you want

haha adoro essa imagem <3

Quando você está vestida de uma maneira parecida com a das pessoas com quem você quer trabalhar, é fácil para o entrevistador te visualizar naquele ambiente. Imagina assim: na empresa todo mundo é super relaxado, pé no chão, ninguém usa salto, tem jeans por todo o lado e o clima é super despojado. Daí chega uma pessoa montada num salto gigantesco, cabelo com baby liss perfeito, uma make impecável, roupa tão certinha e ajustada que os movimentos ficam até mais presos. Ela pode ter as habilidades ideais para o cargo em aberto, mas vocês não concordam que ela vai destoar MUITO lá?! E uma parte super importante em qualquer trabalho é um bom relacionamento entre os colegas e um clima legal no ambiente, em que todos estejam confortáveis. Assim, se tiver uma outra pessoa que também esteja apta, mas que tenha o mesmo “estilo” que o resto da equipe, vocês não concordam que a balança vai pesar muito mais para essa?

Como eu disse, tudo pode ser adaptado e pensado para você e seu estilo. Se a gente pensar no caso anterior, o que poderia ser mudado? Ela poderia ir de salto baixo ou sem salto, com uma make mais leve, o cabelo mais relaxado, alguma peça de roupa que passasse essa ideia de despojamento… A essência dela ainda vai estar ali, mas adequar alguns pequenos aspectos ía ajudá-la muito.

Antes que você pense “Ai, mas que frescura ter tanto cuidado com detalhezinhos! Eu não vou mudar para me encaixar!!” Mas isso não é mudar quem você é, é fazer algumas adequações para um papel/momento específico da sua vida. Pensa assim: quantos surfistas e skatistas tem que usar terno para trabalhar? Eles continuam sendo quem eles são, mas naquele momento eles estão se adequando. Então, aquele sapato gigantesco, ou até o contrário, aquele sapato gostosinho e confortável pode ficar para o fds ou horas livres, né?!

Hoje, com os blogs de street style e redes sociais, dá para achar facinho exemplos de looks de pessoas que trabalham onde ou com o quê você quer trabalhar! Pode ser que você não ache exatamente daquela empresa ou daquele cargo, mas dá para achar algo semelhante e poder se inspirar e ter uma ideia do que sim e do que não.

barbaramigliori

fefischer

Fotos da @barbaramigliori (Diretora de Moda da Vogue) e @fefischer (RP da Schutz): redes sociais super ajudam pra gente ter uma ideia de como se vestir.

Outro item importantíssimo para falar é: você passa mensagens o tempo todo com sua roupa e comportamento, sem precisar abrir um piu! O que a outra pessoa enxerga em você (roupa, comportamento, postura…) pode chegar a 93 POR CENTO de tudo o que ela absorve do que você comunicou! Ou seja, às vezes você pode estar falando uma coisa maravilhosa, mas se a imagem que a pessoa enxerga não condiz, ela não vai botar fé nessa maravilhosidade que você disse. E vou dar um exemplo aqui que todo mundo vai me entender!

devil prada

Nossa querida Andy Sachs de O Diabo Veste Prada <3 Ela se vestia toda destrambelhada e depois da makeover ficou toda elegante, fina e sincera (OU começou a usar roupas que se encaixavam na redação da Runaway). A atitude de todos com ela mudou, não mudou? A Miranda olhou pra ela com outros olhos, não olhou? O trabalho dela ou a competência dela mudaram? NÃO! Maaassss, agora as pessoas podiam ENXERGAR a competência nela! Sentiram a importância da imagem – e de pertencer ao lugar?

Agora falando mais especificamente, tem uma peça que eu boto a maior fé que vai ajudar no seu look conquistador-de-emprego, seja para trabalhar na Farm, na Vogue ou num bureau de tendências: o blazer! Como ele vem do terno, que é um dos “ícones” do guarda-roupa formal, ele carrega essa mensagem de profissionalismo, seriedade – e TODO MUNDO quer passar isso na entrevista, certo!? Seu blazer pode ser estruturado, de malha, estampado, assimétrico, colorido, branco, preto, cinza… Dá para todo mundo achar um modelo legal que combina com seu estilo! Ele vai combinar com o look certinho de salto e calça social ao despojado e básico de calça jeans e camiseta. Nesse último, mesmo que o ambiente seja super descolado, jovem e informal, ele vai garantir o toque de profissionalismo necessário.

blazer 1

Agora, o que NÃO fazer ou usar:

  • Barra de calça poída, camiseta com gola desbeiçada, mancha, sapato descuidado…: Nunca vão passar uma mensagem positiva de você.
  • Calças jeans rasgada e desbotada, com muita lavagem: mesmo que o ambiente seja descoladérrimo e tenha gente usando esse tipo de peça lá, eu não aconselharia para uma entrevista de emprego. Vai mostrar pele desnecessária e rasgo remete a descuido (mesmo que seja um item de moda, a mensagem continua sendo essa), então eu evitaria.
  • Make pesada e exagerada: a melhor alternativa é make de bonita, que valoriza, e não que distrai – e até causa repulsa!
  • Dedinhos dos pés totalmente de fora ou pé pelado (ex.: rasteirinhas): sapato fechado é a melhor alternativa! Essas características lembram praia, fim de semana… ou seja: ficar sem fazer nada e relaxar. Não queremos isso quando vamos mostrar como somos capazes, né?
  • Esmalte descascado: desleixo e preguiça! Sério, nem pra vida isso é legal! Não precisa estar com a unha necessariamente pintada, mas cortadinha e hidratada já tá bom.
  • Acessórios que fazem barulho: imagina você e o entrevistador conversando e aquele barulhinho de pulseira mexendo, brinco balançando… super distrai e incomoda.

 

Dá para montar looks e mais looks super interessantes e que expressem sua personalidade e tenham seu toque pessoal, é só garantir que essas ideias sejam levadas em consideração e você já vai chegar arrasando e se sentindo confiante ; )

Ps.: Importante lembrar que pode ser que você faça a entrevista com alguém do RH e não necessariamente da sua área (pelo menos num primeiro momento), então ele vai ter uma visão completamente diferente de um item de moda que essa outra pessoa teria! Tenha em mente isso sempre!!

0 Com.

Oportunidade! Trainee Farm + Fábula

22322_1082497768432662_3138561121999123119_n-640x383

Essa é MUITO legal: a Farm e Fábula estão abrindo seu primeiro programa de Trainee de Estilo. Serão dois anos (início em Julho/2015), com 8 “job rotations”, passando por todas as àreas essenciais para a formação de um estilista, e contato com gestores de outras áreas também. Experiência super rica que vai garantir ao trainee uma visão completa do negócio!

Se você é graduado ou graduando em Design de Moda (formação entre julho/2013 e julho/2015), CORRE que as inscrições vão até o dia 15/05!!

Mais informações aqui =)

Boa sorte!

Atualização: a Carla do Modices fez um post com mais detalhes sobre o Programa!

0 Com.

O Escritório de Eva Chen

a000798d3c71f73207cdf6f27f59cfd4

Caso você não conheça a Eva Chen, segue um resuminho básico da carreira dela: antes de entrar na faculdade de medicina (que era seu sonho), ela resolveu se aventurar em alguma coisa diferente só para ter certeza que era aquilo mesmo que ela queria para sua vida e conseguiu um estágio na Harper’s Bazaar – obviamente ela não seguiu a carreira em medicina. Passou por algumas redações e ficou um bom tempo como Editora de Beleza na Teen Vogue até que dona Anna Wintour viu o potencial da moça e a indicou para nada menos que o cargo de Diretora de Redação da Lucky Magazine – no alto de seus trinta e pouquinhos anos (emoji de carinha chocada)!!!!
e90381ef7da134516372a5ef85362cd0
Em novembro/2014 toda a Condé Nast saiu de seu icônico endereço na Times Square e foi de mala e cuia para o novo prédio 1 World Trade Center, incluindo a Lucky e Eva. Assim, o escritório dela já tem uma decoração nova, mas o antigo é tão legal que vale o post =)

a3843f08be7d302b6f4e872a14252b35

evaoffice

a000798d3c71f73207cdf6f27f59cfd4

9740d810b0982f0068cdb58ef7980d68

30bd49b0951181450b2b861be83d45a0fotos: Domino Magazine

Lindo, né?! Agora bora trabalhar pra um dia você ter o seu também ; )

Boa semana!

0 Com.

Nova fase =)

Uau, parece até estranho vir escrever aqui. Fiquei sumida, né?! Mas tudo bem, foi por um bom motivo.

Andei planejando e trabalhando uma reestruturação do blog, inclusive visual, como vocês já devem ter percebido – aliás, aproveito para agradecer – e indicar! – o super casal que cuidou dessa parte <3 Guerra e Coltri! A questão é que o JaP podia estar devagar e andando a passinhos de formiga, mas na minha vida as coisas seguiram – e seguem – em alta velocidade. Desde que comecei e formulei o blog, já troquei de carreira e cidade, criei uma empresa própria (oi, Maistrê!) e sigo nessa de consultora de imagem empreendedora. É um desafio constante, que gerou muito crescimento e demandou atenção. Eu sei que se a gente se organizar pode lidar com vários negócios ao mesmo tempo, mas também sei que tem coisas que a gente precisa de um tempo para refletir, pensar e repensar, não é mesmo?! Confesso que até pensei em desativar o blog, mas continuei vendo a quantidade de pessoas que ainda tem dúvidas e se interessam pelo lado profissional da moda. E, ao mesmo tempo, como há uma falta de um lugar para falar exclusivamente desse assunto e suprir essa demanda. Há sim matérias, posts e artigos com diversas dicas e informações riquíssimas, mas no geral são soltas e aleatórias em revistas, sites, páginas e comunidades que são voltadas para outros assuntos. Assim, não escrevo mais o blog na situação em que comecei a quase 5 anos atrás (uau!), de recém-formada buscando seu lugar ao sol (hahaha), mas na situação de ter me achado e querer pesquisar, compartilhar e ajudar quem quer desbravar a moda, buscar sua profissão e encontrar meios de se desenvolver.

fashion chanel

Não quero ficar parecendo aqueles políticos que prometem e não cumprem (urgh!!), mas a intenção dessa nova fase é ter pelo menos 3 posts semanais, uma agenda atualizada de cursos interessantes da área e compartilhamento regular de vagas disponíveis! Ainda não é o ideal do que eu quero, mas a gente tem que começar de algum lugar e ir caminhando para poder correr, né?!

Aliás, convido a todos a me ajudarem a construir esse espaço de maneira que seja positivo e útil de verdade, me contando do que sentem falta, do que mais gostariam de ver, do que não gostam – também super importante, né! -, sugerindo pautas e matérias ou até compartilhando vagas e artigos interessantes.

journey 2
Espero que vocês, assim como eu, estejam empolgados para essa nova fase e possam me acompanhar nesse novo fôlego do Job-à-Porter.

Beijos,

assinatura 1

0 Com.

Oportunidade: Vaga na Chanel!

chanel-01

Duvido que seu coração não bate mais forte quando alguém solta um “Chanel” ao seu lado. E quando ele for acompanhado por “estágio’?! Aí sim, hein!?

A vaga está disponível no Wall Jobs e tem os seguintes requisitos/detalhes:

  • Conhecimento intermediário/avançado pacote Office
    Inglês Avançado
  • Cursando: 2° e 3° ano de Relações Públicas/Jornalismo
  • Requisitos: Bolsa auxilio: R$ 1.500,00; VR; VT ou Estacionamento; Seguro de Vida; Assistência Médica

Boa sorte!

Fonte: Catraca Livre

0 Com.

O escritório – cheio de personalidade – da Jenna Lyons

jenna-1

O escritório de hoje é tão singular e cheio de personalidade que já até virou um ícone entre os fissurados por decoração de escritórios. Jenna Lyons, a dona do espaço, é o nome por trás da J. Crew, marca que tem os lookbooks mais incríveis! São pura de lição de (bom) stylling. PS.: Os colares da marca são maravilhosos e não volto mais de viagem sem pelo menos um na mala <3 Esquecendo os colares e voltando para o assunto do post, o espaço de trabalho da Jenna é demais porque em cada cantinho tem uma expressão de sua identidade – e é em cada cantinho mesmo, porque é beeem cheio de coisas! Em meio aos garimpos, como as malas amarelas, mix de cadeiras, o tapete gráfico e a mesa rosa, se sobressai a parede-mural que reúne bilhetinhos, rascunhos, páginas de revista e o que mais inspira a estilista. Um dos detalhes que mais me chamou a atenção é que vários dos quadros e artes espalhados pelo escritório foram achados em feiras de escolas! Que olho o dela, né? jenna-4

jenna-3

jenna-2

Boa semana!

0 Com.

Contatos, Cursos e… Identidade Visual!

O mundo, não só da moda, está cada dia mais concorrido, né?! São cada vez mais línguas que a gente tem que falar, mais conhecimento que a gente tem que ter, mais lugares que a gente tem que frequentar e ver e ser visto. Aliás, vamos parar no ver e ser visto. Mais especificamente, no “ser visto”. Imagine que você trabalhe num lugar em que frequenta muitos eventos, recebe pessoas importantes no escritório da empresa, vai nas semanas de moda e etc. Você acaba conhecendo e trocando figurinha com diversas pessoas, dentre elas nomes importantes da indústria e/ou possíveis novos chefes. Mas, ao mesmo tempo, essas pessoas também encontram e conversam com uma galera! Como garantir que a pessoa se lembre de você depois, se vocês se falaram tão rápido e o tempo foi tão curto? É simples: crie uma identidade visual – torne mais fácil para as pessoas se lembrarem de você!

O seu pai ou seu namorado podem não saber o nome da Anna Wintour, mas se você mostrar a fotinho dela, com seu cabelo curtinho e seu óculos de sol giga, eles vão saber, certo? Quando a Anna Dello Russo passa nas semanas de moda, não é todo mundo que sabe o nome dela e o que ela faz, mas todo mundo lembra dela. E a Grace Coddington e sua cabeleira ruiva? E Costanza Pascolato com seu topete e óculos? E Dudu Bertholini com seus caftãs?

iv-brasil

Entenderam o ponto? Você não precisa se tornar um personagem e nem se vestir estranho, mas seria legal se você criasse uma identidade visual para você. Pode ser a diferença entre ter a oportunidade, ou não, de conseguir uma entrevista ou uma conversa em que você pode mostrar o seu diferencial e o seu repertório. As pessoas se sentem mais à vontade e confiam mais em quem elas já tem alguma referência, alguma familiaridade

iv-gringos

Pense no seu próprio estilo: o que você gosta muito de usar? Você pode se tornar a menina dos colarzões, ou o menino da gravata borboleta, ou aquela que só usa batonzão colorido, a do super delineador, a das roupas muito coloridas… Fica até mais fácil para as pessoas falarem de você. Imagina alguém falando de outra pessoa: sabe aquela loira de cabelo comprido? (Imagina quantas não tem na SPFW!) “Ahhh não sei…”. Agora olha a diferença: sabe aquela loira de cabelo comprido que sempre está usando um lenço colorido, cada dia amarrado de um jeito!? “SEI!!” Bingo! Ou então imagina que você está se candidatando para uma vaga numa revista e, ao chegar no lugar, a jornalista que está fazendo as entrevistas te reconhece de algum evento anterior. Pronto, você conseguiu dar um passo a frente dos outros candidatos.

Além de cuidar do conteúdo e dos contatos, também temos que garantir que sejamos lembrados E reconhecidos ; )

0 Com.

O QG de Alexander Wang

aw-3

O escritório para nos inspirar nesse início de semana é do Alexander Wang, estilista de sua marca homônima e da Balenciaga (ele ficou no lugar do Nicolas Guesquière que, por sua vez, ficou no lugar do Marc Jacobs na LV, lembram dessa dança das cadeiras?)

O espaço segue o estilo da moda criada pelo estilista: clean e cool até dizer chega, do tipo “You Can’t Sit With Us” haha.

aw-5

aw-3

aw-4

aw-1

0 Com.

Contatos, Cursos e… Identidade Visual!

O mundo, não só da moda, está cada dia mais concorrido, né?! São cada vez mais línguas que a gente tem que falar, mais conhecimento que a gente tem que ter, mais lugares que a gente tem que frequentar e ver e ser visto. Aliás, vamos parar no ver e ser visto. Mais especificamente, no “ser visto”. Imagine que você trabalhe num lugar em que frequenta muitos eventos, recebe pessoas importantes no escritório da empresa, vai nas semanas de moda e etc. Você acaba conhecendo e trocando figurinha com diversas pessoas, dentre elas nomes importantes da indústria e/ou possíveis novos chefes. Mas, ao mesmo tempo, essas pessoas também encontram e conversam com uma galera! Como garantir que a pessoa se lembre de você depois, se vocês se falaram tão rápido e o tempo foi tão curto? É simples: crie uma identidade visual – torne mais fácil para as pessoas se lembrarem de você!

O seu pai ou seu namorado podem não saber o nome da Anna Wintour, mas se você mostrar a fotinho dela, com seu cabelo curtinho e seu óculos de sol giga, eles vão saber, certo? Quando a Anna Dello Russo passa nas semanas de moda, não é todo mundo que sabe o nome dela e o que ela faz, mas todo mundo lembra dela. E a Grace Coddington e sua cabeleira ruiva? E Costanza Pascolato com seu topete e óculos? E Dudu Bertholini com seus caftãs?

iv brasilEntenderam o ponto? Você não precisa se tornar um personagem e nem se vestir estranho, mas seria legal se você criasse uma identidade visual para você. Pode ser a diferença entre ter a oportunidade, ou não, de conseguir uma entrevista ou uma conversa em que você pode mostrar o seu diferencial e o seu repertório. As pessoas se sentem mais à vontade e confiam mais em quem elas já tem alguma referência, alguma familiaridade.

iv gringosPense no seu próprio estilo: o que você gosta muito de usar? Você pode se tornar a menina dos colarzões, ou o menino da gravata borboleta, ou aquela que só usa batonzão colorido, a do super delineador, a das roupas muito coloridas… Fica até mais fácil para as pessoas falarem de você. Imagina alguém falando de outra pessoa: sabe aquela loira de cabelo comprido? (Imagina quantas não tem na SPFW!) “Ahhh não sei…”. Agora olha a diferença: sabe aquela loira de cabelo comprido que sempre está usando um lenço colorido, cada dia amarrado de um jeito!? “SEI!!” Bingo! Ou então imagina que você está se candidatando para uma vaga numa revista e, ao chegar no lugar, a jornalista que está fazendo as entrevistas te reconhece de algum evento anterior. Pronto, você conseguiu dar um passo a frente dos outros candidatos.

Além de cuidar do conteúdo e dos contatos, também temos que garantir que sejamos lembrados E reconhecidos ; )

0 Com.

O escritório – cheio de personalidade – da Jenna Lyons

O escritório de hoje é tão singular e cheio de personalidade que já até virou um ícone entre os fissurados por decoração de escritórios. Jenna Lyons, a dona do espaço, é o nome por trás da J. Crew, marca que tem os lookbooks mais incríveis! São pura de lição de (bom) stylling. PS.: Os colares da marca são maravilhosos e não volto mais de viagem sem pelo menos um na mala <3

Esquecendo os colares e voltando para o assunto do post, o espaço de trabalho da Jenna é demais porque em cada cantinho tem uma expressão de sua identidade – e é em cada cantinho mesmo, porque é beeem cheio de coisas! Em meio aos garimpos, como as malas amarelas, mix de cadeiras, o tapete gráfico e a mesa rosa, se sobressai a parede-mural que reúne bilhetinhos, rascunhos, páginas de revista e o que mais inspira a estilista. Um dos detalhes que mais me chamou a atenção é que vários dos quadros e artes espalhados pelo escritório foram achados em feiras de escolas! Que olho o dela, né?

JENNA 1 JENNA 2 JENNA 3 JENNA 4 jenna lyons 4Boa semana!