Seja você mesmo

Hoje eu participei de um Webmeeting do processo seletivo do Programa de trainees da C&A em que uma Business Partners (que entrou como trainee na empresa) e um atual integrante do programa responderam a várias perguntas.

Entre muitas coisas que eles disseram e aconselheram, uma eu achei muito importante de dizer aqui:

Seja você mesmo; se comporte como você realmente é!”


Eu sei que isso é praticamente um clichê, mas ainda tem muitas pessoas que não entendem o quão importante é isso. Quando uma empresa está procurando alguém para contratar, ela quer conhecer o indivíduo para saber se ele tem a ver com o perfil da empresa ou não, ou seja, se ele se daria bem no ambiente da empresa.

Por mais que você queira muito uma vaga, não minta sobre quem você é ou force um comportamente que não é característico seu. Mesmo que você seja contratado, provavelmente não vai dar certo, ou então você pode ser enviado para uma área que não tem nada a ver com você. Se uma empresa não te contratar por causa do seu perfil, pode ter certeza que outra vai te contratar exatamente pelo mesmo motivo: o seu perfil.

Só para deixar claro: quando digo que você tem que ser você mesmo, não estou falando que você não tem que exaltar suas qualidades e deixar seus defeitos em evidência, ok?

Se em todas as áreas da nossa vida nõs temos que ser nós mesmo, no trabalho não seria diferente, certo?

Tags: