Desvendando a Assessoria de Moda

Há pouco o tempo o Chic fez uma reportagem com dois grandes asssessores de moda, Roberto Ethel (MKT Mix)  e Helena Augusta (empresa homônima), a respeito da área.

Eu escolhi as partes mais interessantes para por aqui:

“Jornalismo
Helena, que se formou em moda, destaca também os pré-requisitos voltados a quem tem um perfil mais jornalístico. ‘Para ser um bom assessor é necessário um bom texto, além de saber se relacionar com a imprensa. Também acho que sendo criativo e tendo abertura e confiança do cliente, o trabalho de um assessor flui melhor. Todas as áreas ligadas a comunicação são importantes para o trabalho de um assessor’.”

Roberto Ethel acredita que a formação jornalística é importante e ajuda muito, mas que não é obrigatória como acontece também nas redações. ‘Muitos bons profissionais não tem a formação universitária de jornalista, mas aprenderam na prática’. E há algum desafio? ‘O maior hoje, com as crescentes mudancas tecnológicas e a velocidade cada vez maior no fluxo de informações, é manter a credibilidade e a confiabilidade, trabalhar dentro de uma ética jornalística’.”

(…)Para ser bem sucedido: determinação, estudo, disponibilidade e muita vontade de crescer, se dedicar. E saber que moda não só glamour, é muito trabalho também’. (Roberto)”

“Ser um bom assessor é…
‘Ser criativo todos os dias!’ acredita Helena Augusta, e, para Roberto Ethel: ‘Ser realmente de imprensa: trabalhar como jornalista, dentro das percepções de mercado, ter ética para ter credibilidade, e cada vez mais ajudar a imprensa e o cliente com informações de destaque’, finalizou.”

Para conferir na íntegra, clique aqui


Tags: