Dica | Job-à-Porter | Página: 2
O ESCRITÓRIO – CHEIO DE PERSONALIDADE – DA JENNA LYONS
O ESCRITÓRIO – CHEIO DE PERSONALIDADE – DA JENNA LYONS
O ESCRITÓRIO DE EVA CHEN
O ESCRITÓRIO DE EVA CHEN
Nova fase =)
NOVA FASE =)
DICAS DE OURO AO SE VESTIR PARA ENTREVISTAS DE EMPREGO – DE MODA!
DICAS DE OURO AO SE VESTIR PARA ENTREVISTAS DE EMPREGO – DE MODA!

Dica

2 Com.

Exercitando a criatividade

Se tem uma coisa que nos leva a algum lugar, é a criatividade! Essencial em qualquer área de trabalho, mas especialmente valorizada na moda, ela nos ajuda a sair do lugar comum, surpreender, resolver um problema, reinventar o “arroz com feijão”… Mas, muitas vezes presos na rotina, a nossa criatividade empaca, não é?

Para evitar esses momentos de “seca criativa”, escolhi algumas dicas de um texto que a minha mãe me enviou há um tempo atrás:

Como ser criativo

Vamos praticar?! =)

Tags:
0 Com.

Café com as amigas

O post de hoje é um texto – aliás, um e-mail! – bem leve para esse feriadão que vem aí! É muito importante focarmos nos nossos objetivos profissionais e sermos disciplinados e focados, mas um bom tempo gastos com os amigos, amigas, família.. ajuda a renovar a nossa energia e tornar nossa caminhada até o topo mais agradável! (Eu sei que temos leitores homens também, mas eles vão entender o sentido do texto, né!!)

“CAFÉ COM AMIGAS OU CHOPPS

Palestra do Chefe de Psiquiatria da Universidade Stanford:

A Relação entre o Corpo e a Alma, Stress e Desconforto Físico

No final de uma palestra o palestrante apontou, entre outras coisas, que os estudos mostram que uma das melhores

coisas que um homem pode fazer por sua saúde é se casar com uma mulher.

O casamento aumenta a longevidade e o bem-estar pessoal do homem.
E sobre a mulher?

O palestrante apontou dado surpreendente – a mulher, por sua saúde, precisa cultivar seus relacionamentos com suas amigas!
No início, essa declaração provocou risos na platéia, mas o professor falou muito a sério.

Estudos realizados mostram que as mulheres se conectam de maneira diferente dos homens e fornecem outros sistemas de
apoio que as ajudam a lidar com experiências estressantes e difíceis em suas vidas.

“Tempo de Amigas” é muito significativo no nível fisiológico, ajuda a produzir mais serotonina (um neurotransmissor)
que auxilia no combate à depressão e cria um sentimento geral de bem-estar e um sentimento positivo.

As mulheres tendem a compartilhar seus sentimentos, enquanto os homens
geralmente se conectam em torno de tarefas. Eles raramente se sentam
com um amigo falando sobre como se sentem sobre algo, ou como está
sua vida pessoal. Trabalho? Sim! Esportes? Sim!, Carros? Sim!

Mas os seus sentimentos? Apenas raramente.
As mulheres fazem isso o tempo todo. Elas compartilham sentimentos e
emoções das profundezas de suas almas com suas amigas, e parece que
isso realmente contribui para a sua própria saúde.

Conferencista acrescentou, sublinhando que o tempo gasto com amigas é
tão importante para a saúde das mulheres como correr ou trabalhar no
ginásio. De fato, há uma tendência a se pensar que é quando nos
envolvemos com alguma atividade física que estamos fazendo algo de bom
para o nosso corpo, enquanto que quando falamos com as nossas
amigas, nós “desperdiçamos” o tempo em vez de fazer algo mais
produtivo. Então, provavelmente, isso não é verdade.

Na verdade, o orador salientou que não criar e manter relacionamentos
de qualidade com outras pessoas prejudica a nossa saúde física, “pelo
menos, como o fumo! “

Portanto, cada vez que nós (as mulheres, é claro) sentamos para
conversar com uma amiga, é importante congratular-nos de que estamos
fazendo algo benéfico para a nossa saúde. Na verdade, nós somos
sortudas! Nossa amizade é muito essencial para nossa saúde!

Tim-Tim ao café com as minhas amigas!

Dessa forma temos um suporte emocional para o convívio com a família.”

Tenham um ótimo feriado!

Tags:
1 Com.

Planejando o tempo

Oi, Pessoal! Tudo bem!?

O post de hoje fala sobre um assunto que é cada vez mais recorrente no nosso dia-a-dia: “Estou sem tempo!!” Parece que as 24 horas do nosso dia nunca são suficientes para fazer o que precisamos e estamos sempre atrás do tempo perdido e “desesperados” com as urgências.

E foi organizando meu escritório esses dias que eu achei uma reportagem bem legal sobre o tema. Infelizmente, eu só tenho as páginas, então não sei de qual revista saiu =/ Mas a matéria é voltada para empreendedores e dá várias dicas de como evitar o desperdício de tempo. Aliás, esse é o assunto de abertura da reportagem: na maior parte das vezes, não é que não temos tempo, nós que o utilizamos de maneira errada! Achei algumas dicas bem interessantes e vou dividir com vocês:

  • Mantenha listas do que precisa fazer: isso ajuda a ativar a memória e ter controle de tarefas que precisam ser lembradas e/ou verificadas
  • Comunicação é peça-chave: certifique-se de que, ao se comunicar com alguém, a sua mensagem foi de fato compreendida e/ou anotada corretamente. E o inverso também ocorre: tenha certeza que as informações que lhe foram passadas foram compreendidas de maneira correta. Entendimento mútuo previne retrabalho!!
  • Problemas, erros e falha de comunicação sempre podem acontecer: Oi, Murphy! Esteja sempre preparado para possíveis problemas no meio do caminho para poder resolvê-los com mais rapidez.
  • Execute, revise e averigue: como dito anteriormente, retrabalho é perda de tempo! Ao realizar uma tarefa, tenha plena certeza de que está correto para que não tenha que fazer tudo de novo.

E aí, vamos fazer esse dia render?!

 

Update: a matéria saiu na revista O Confeccionista e foi escrita pela Camila Guesa

3 Com.

Counseling: como foi a minha experiência

Oi, gente, feliz ano novo!!! Andei super sumida, mas passei por algumas mudanças na minha vida e acho que agora o blog vai que vai =) E, aliás, o post de hoje é relacionado a essas mudanças!

O post ficou meio grandinho, mas eu sei que é um assunto que interessa a muita gente, por isso quis ser bem detalhista!

Há uns meses atrás eu estava meio perdida em relação à minha carreira: fico não fico, no que eu foco, faço pós nisso, faço naquilo, não faço… Aquelas perguntas que em algum momento a gente se faz, né? Bom, por conspiração do universo ou mera coincidência, fui naquela palestra que já falei a respeito nesse post aqui e lá eu descobri um serviço que já tinha ouvido falar, mas muito en passant: o Counseling.

O Counseling (ou “aconselhamento”) te ajuda a fazer uma auto análise e a traçar o melhor caminho para a sua carreira, com base nos seus interesses, suas aptidões e etc. A hora que eu  descobri esse serviço fez “plim” na minha cabeça e eu sabia que era disso que eu precisava! hahaha. A própria palestrante, a Angela Valiera, é quem faz o counseling. Conversei um pouco com ela depois da palestra e pesquisei a respeito no site do Carreira Fashion – que é por onde o serviço era oferecido até então – antes de decidir se eu faria ou não.

Você pode optar por dois tipos de trabalho: fazer apenas uma sessão, que é indicado para quando se tem dúvidas pontuais ou fazer um pacote de sete sessões, onde é feito todo um trabalho mais aprofundado. Eu, logicamente, fiquei com a segunda opção! Eu tinha tantas dúvidas que uma única sessão não seria suficiente – e foi um dos meus melhores investimentos!

Nas sessões há muita conversa sobre o que você se interessa ou não, os motivos, por onde você já passou, o que você já fez, aonde gostaria de chegar e quais são suas dúvidas e receios. Uma das partes mais interessantes é um teste de personalidade que você responde e por meio dele a Angela consegue conhecer melhor quem você é e – surpresa! – você também se conhece mais. Ficar ciente de fraquezas e pontos fortes é muito importante para saber o que é preciso ser melhorado e no que é melhor focar.

Outro aspecto positivo foi a própria Angela. Toda a sua carreira foi focada na área de moda, passando por diversas cidades e atividades, o que faz com que ela tenha uma experiência e conhecimento de mercado muito ricos! Sem falar no fato de que ela faz parte do Carreira Fashion, o que enriquece ainda mais suas habilidades. Assim, com base em tudo o que é conversado nos encontros e o que ela aprende sobre você, já vai sendo definido possíveis áreas que combinam com o seu perfil, qual seria o melhor caminho para chegar lá, como montar o seu CV apropriado para o cargo que você deseja, quais cursos fazer e etc.

E uma coisa bacana do counseling é que você pode utilizar o serviço em qualquer fase da sua carreira. Sei até de uma menina  que estava no ensino médio e que usou para poder trilhar a carreira dela e fazer a escolhe certa da faculdade!

Hoje estou numa fase de transição que teve o start no counseling. Estou abrindo uma empresa de Consultoria de Imagem com uma super amiga (e agora sócia!) e a Angela tem nos ajudado muito no processo. Ou seja, recomendo de olhos fechados para quem se interessar!

Para saber mais a respeito, no site da Angela tem bastante informação. E, para quem quiser conversar mais sobre isso e tiver alguma dúvida, se joga nos comentários ; )

6 Com.

“Como construir uma carreira de sucesso em moda”

Há algumas semanas atrás eu participei de uma palestra com a Angela Valiera, uma super profissional que é Counselor em Carreiras de Moda e Gerente do Carreira Fashion. O tema da palestra era “Como construir uma carreira de sucesso em moda?” e foi MUITO legal!! A Angela, por causa de sua carreira e do Carreira Fashion, tem um conhecimento muito rico do mercado como um todo e, por ser Counselor, ela tem esse plus a mais de conseguir mostrar o que podemos pensar/fazer/planejar para termos uma super carreira ou pelo menos saber por onde começar!

Foram muitas dicas, conselhos e análises legais e eu escolhi algumas que eu achei mais importante para dividir aqui com vocês.

1. Saiba quem você é e o que você quer.

Conhecer a si mesmo é importantíssimo para saber para onde ir. É importante saber do que você gosta, do que não gosta, saber seus pontos fortes, fracos… afinal, se você não se conhece, como saber o que você quer? E como começar a pensar na sua carreira se você não sabe para onde focar?

2. Conheça o mercado.

O Carreira Fashion realizou uma pesquisa e chegou a um número incrível: existem 55 áreas dentro da moda, que se dividem em mais de 300 profissões. Ou seja, ter como objetivo “trabalhar com moda” não tá servindo muito, né?

Vá atrás e pesquise o mercado (olha o Job-à-Porter te ajudando nessa!!), saiba mais sobre as profissões, possibilidades, como são os detalhes da área que você se interessa. E vá a fundo nesse ponto: você gosta de comunicação? Bom, mas em comunicação você pode seguir para área de fotografia, consultoria de imagem, VM, jornalismo… Quanto mais você se informar, mais preparada você vai estar para entrar no mercado!

– Aproveitando o assunto, quando alguém te chamar de fútil ou algo do tipo por escolher a moda como profissão, dá uma lembradinha nessa pessoa de que a moda é o segundo segmento a empregar mais pessoas no Brasil, só perdendo para a Construção Civil, além de ser o primeiro em empregar mulheres. Humpf! – 

3. Pesquise as vagas e identifique o que é mais pedido.

Você quer muito trabalhar com desenvolvimento de produto, mas na verdade não sabe muito bem que cursos seriam legais para fazer ou sobre o que você poderia aprender mais. Que melhor lugar para descobrir do que nos próprios anúncios de emprego das empresas que você quer trabalhar? Nos anúncios a necessidade de saber usar o Corel é recorrente? Bingo! Agora você já sabe do que correr atrás. E para pesquisar as vagas de emprego você não tem que necessariamente ser cadastrado nos sites, então acesse o Carreira Fashion, Vaga.com e etc e se joga!

4. Escreva seus obstáculos e planeje como ultrapassá-los: coloque no papel!

Depois de se conhecer melhor, saber o que o mercado procura e o que você pode oferecer, a questão é “E agora? O que e como fazer?”

Essa fase é para analisar o seu momento atual: O que você tem de diferencial? Onde você está? Qual sua experiência? Por meio desses detalhes, você poderá chegar a um ponto muito importante: O que me falta? Quais meus obstáculos? E, a partir dessas respostas, definir: o que posso fazer para supera-los? Qual o primeiro passo? E os seguintes?

E um aspecto que ela cita como importante nesse momento é: escreva seu planejamento no papel!! Lembra desse post que eu falei sobre isso? Pois é! É muito importante ter anotado todos os passos para que você possa consultar sempre, possivelmente alterar e também é uma maneira de te ajudar a “ficar na linha”.

E depois de tudo isso? Chegamos a uma etapa importatississíssima: o Currículo! Mas esse vai ficar para outro post, porque tem bastante coisa legal e é um assunto que merece um momento só para ele!

E para os campineiros e moradores da região, tenho uma ótima notícia: no dia 13/08 a Angela estará no Senac dando essa mesma palestra e é free! Mais informações nesse link.

0 Com.

Scrapbook

No post da outra semana, vimos que a Lauren Santo Domingo, além de diretora criativa do M’O, é uma stylist super respeitada. Os stylists tem o desafio de constantemente estarem criando novas imagens, novos looks, novas propostas para encantar e surpreender e aumentar as vendas das revistas .

Uma das ferramentas da Lauren Santo Domingo que a ajuda na criação de editoriais e looks são os scrapbooks. Ela tem o costume de guardar imagens que ela gosta em livros e depois os usa como inspiração no seu trabalho.

Fonte: Vogue.com

Essa foto é do escritório/closet da Lauren no seu apartamento em NY. Viu os scrapbooks ali no canto da mesa?

Essa é uma ótima dica para quem quer seguir uma carreira de stylist ou afins!

Mas, eu não sei vocês, mas eu não rasgo minhas revistas por nada nesse mundo!!!!!!!!!!! (Carol Carneiro está comigo nessa, né?!) Moooorro de dó e acho que vai estragar a revista inteira se eu arrancar uma paginazinha. Uma ótima solução para você que sofre disso também, é usar o Pinterest para montar seus próprios murais de inspiração e ainda tem a vantagem de poder acessá-lo de qualquer lugar!

A própria Lauren tem o seu perfil no Pinterest e ela tem muuuuuitos murais e está constantemente os atualizando.

#Ficadica

0 Com.

Seja você mesmo

Hoje eu participei de um Webmeeting do processo seletivo do Programa de trainees da C&A em que uma Business Partners (que entrou como trainee na empresa) e um atual integrante do programa responderam a várias perguntas.

Entre muitas coisas que eles disseram e aconselheram, uma eu achei muito importante de dizer aqui:

Seja você mesmo; se comporte como você realmente é!”


Eu sei que isso é praticamente um clichê, mas ainda tem muitas pessoas que não entendem o quão importante é isso. Quando uma empresa está procurando alguém para contratar, ela quer conhecer o indivíduo para saber se ele tem a ver com o perfil da empresa ou não, ou seja, se ele se daria bem no ambiente da empresa.

Por mais que você queira muito uma vaga, não minta sobre quem você é ou force um comportamente que não é característico seu. Mesmo que você seja contratado, provavelmente não vai dar certo, ou então você pode ser enviado para uma área que não tem nada a ver com você. Se uma empresa não te contratar por causa do seu perfil, pode ter certeza que outra vai te contratar exatamente pelo mesmo motivo: o seu perfil.

Só para deixar claro: quando digo que você tem que ser você mesmo, não estou falando que você não tem que exaltar suas qualidades e deixar seus defeitos em evidência, ok?

Se em todas as áreas da nossa vida nõs temos que ser nós mesmo, no trabalho não seria diferente, certo?

Tags:
5 Com.

Carreira Fashion

Existem muitos e muitos sites em que você pode cadastrar seu currículo (Catho, Nube (esse só para estagiários), Vagas.com…), mas para achar vagas em empresas da área de moda é meio difícil, né? O Vagas é o que mais tem, mas mesmo assim é uma coisa meio escassa. Bom, olhando pra essa questão alguém teve a ideia genial de criar o Carreira Fashion, um site voltado inteiramente para a moda, anunciando, inclusive, somente vagas para a área!

Para utilizar o serviço, você pode se cadastrar como estagiário, profissional ou consultor/freelancer e existem 4 opções de assinatura:

É um investimento muito válido, acho que super vale a pena!

Dentro do perfil que você escolher, você ainda tem a opção de cadastrar 3 currículos diferentes. Se você se interessa por Cool Hunting, Jornalismo e Produção de Moda, você pode deixar cada currículo direcionado para uma vaga específica (em todo lugar que eu leio sobre currículos, sempre falam que é bom direcionar seu currículo para a área que você deseja).

O site tem muitas e muitas opções de vagas, para o Brasil inteiro, e quase todo dia aparecem mais anúncios.

Além desse serviço, você ainda tem acesso a vários artigos e reportagens com dicas e informações para auxiliar a sua carreira e sempre estão divulgando cursos e palestras da área. Eles também oferecem um serviço pago à parte (que é para não-assinantes também) que chama “Análise e Orientação de Currículo de Moda”, e eles descrevem que profissionais da área irão analisar o seu currículo e te orientar para que ele esteja o melhor possível para o que você deseja alcançar. Nunca utilizei, mas parece bem interessante! Quem sabe eu não tento e falo para vocês depois como funciona?

E não é só isso! (Oi, Polishop! hahaha) Quando você é assinante, tem descontos em alguns lugares, como por exemplo nos cursos da Escola São Paulo.

Ou seja, se você pode fazer esse investimento e está procurando emprego, não sei o que está esperando para se cadastrar lá!

(Perfil no Twitter do Carreira Fashion)

0 Com.

Dica rápida: redes sociais

O Bom Dia Brasil fez uma ótima reportagem sobre como as redes sociais podem afetar no emprego (ou na busca dele), tanto positivo quanto negativamente:

Perfil nas redes sociais influencia avaliação profissional, diz pesquisa

(E essa dica foi meu namorado super participativo que me mandou =)) Não basta ser namorado, tem que participar! Haha Beijo, lindo!)