Job-à-Porter | Um blog sobre o lado profissional da moda. | Página: 12
O ESCRITÓRIO – CHEIO DE PERSONALIDADE – DA JENNA LYONS
O ESCRITÓRIO – CHEIO DE PERSONALIDADE – DA JENNA LYONS
O ESCRITÓRIO DE EVA CHEN
O ESCRITÓRIO DE EVA CHEN
Nova fase =)
NOVA FASE =)
DICAS DE OURO AO SE VESTIR PARA ENTREVISTAS DE EMPREGO – DE MODA!
DICAS DE OURO AO SE VESTIR PARA ENTREVISTAS DE EMPREGO – DE MODA!
0 Com.

Seja você mesmo

Hoje eu participei de um Webmeeting do processo seletivo do Programa de trainees da C&A em que uma Business Partners (que entrou como trainee na empresa) e um atual integrante do programa responderam a várias perguntas.

Entre muitas coisas que eles disseram e aconselheram, uma eu achei muito importante de dizer aqui:

Seja você mesmo; se comporte como você realmente é!”


Eu sei que isso é praticamente um clichê, mas ainda tem muitas pessoas que não entendem o quão importante é isso. Quando uma empresa está procurando alguém para contratar, ela quer conhecer o indivíduo para saber se ele tem a ver com o perfil da empresa ou não, ou seja, se ele se daria bem no ambiente da empresa.

Por mais que você queira muito uma vaga, não minta sobre quem você é ou force um comportamente que não é característico seu. Mesmo que você seja contratado, provavelmente não vai dar certo, ou então você pode ser enviado para uma área que não tem nada a ver com você. Se uma empresa não te contratar por causa do seu perfil, pode ter certeza que outra vai te contratar exatamente pelo mesmo motivo: o seu perfil.

Só para deixar claro: quando digo que você tem que ser você mesmo, não estou falando que você não tem que exaltar suas qualidades e deixar seus defeitos em evidência, ok?

Se em todas as áreas da nossa vida nõs temos que ser nós mesmo, no trabalho não seria diferente, certo?

Tags:
5 Com.

Carreira Fashion

Existem muitos e muitos sites em que você pode cadastrar seu currículo (Catho, Nube (esse só para estagiários), Vagas.com…), mas para achar vagas em empresas da área de moda é meio difícil, né? O Vagas é o que mais tem, mas mesmo assim é uma coisa meio escassa. Bom, olhando pra essa questão alguém teve a ideia genial de criar o Carreira Fashion, um site voltado inteiramente para a moda, anunciando, inclusive, somente vagas para a área!

Para utilizar o serviço, você pode se cadastrar como estagiário, profissional ou consultor/freelancer e existem 4 opções de assinatura:

É um investimento muito válido, acho que super vale a pena!

Dentro do perfil que você escolher, você ainda tem a opção de cadastrar 3 currículos diferentes. Se você se interessa por Cool Hunting, Jornalismo e Produção de Moda, você pode deixar cada currículo direcionado para uma vaga específica (em todo lugar que eu leio sobre currículos, sempre falam que é bom direcionar seu currículo para a área que você deseja).

O site tem muitas e muitas opções de vagas, para o Brasil inteiro, e quase todo dia aparecem mais anúncios.

Além desse serviço, você ainda tem acesso a vários artigos e reportagens com dicas e informações para auxiliar a sua carreira e sempre estão divulgando cursos e palestras da área. Eles também oferecem um serviço pago à parte (que é para não-assinantes também) que chama “Análise e Orientação de Currículo de Moda”, e eles descrevem que profissionais da área irão analisar o seu currículo e te orientar para que ele esteja o melhor possível para o que você deseja alcançar. Nunca utilizei, mas parece bem interessante! Quem sabe eu não tento e falo para vocês depois como funciona?

E não é só isso! (Oi, Polishop! hahaha) Quando você é assinante, tem descontos em alguns lugares, como por exemplo nos cursos da Escola São Paulo.

Ou seja, se você pode fazer esse investimento e está procurando emprego, não sei o que está esperando para se cadastrar lá!

(Perfil no Twitter do Carreira Fashion)

0 Com.

Aprendendo com Grace Coddington

Continuando com o The September Issue…

Um outro motivo para assistir ao TSI é a muito fofa Grace Coddington. Ela é a Diretora Criativa da Vogue US, dona de uma enorme cabeleira ruiva e responsável por editoriais maravilhosos. Você pode não conhecê-la por nome, mas eu tenho certeza que já viu um de seus editoriais. Uma vez eu li uma entrevista com ela e ela disse que gosta de fazer as pessoas sorrirem com seus editoriais. E é isso mesmo que acontece né?

Bom, além de fazer esses editoriais lindos, ela deve ser uma das únicas que peitam a A. Wintour e realmente fala a sua opinião e reclama quando acha que tem que reclamar.

Em uma cena do documentário, um dos jornalistas está reclamando para a Grace que a Anna odiou tudo o que ele fez e que ele não sabe mais o que fazer, e é aí que entra toda a sabedoria da Grace:

(“Não seja muito bonzinho. Você precisa achar uma maneira de construir seu caminho e se fazer necessário. Uma maneira que funcione para você e a Vogue”)

Ensinamentos de uma das maiores e bem sucedidas diretoras criativas do mundo: pra anotar e levar para a vida!

0 Com.

The September Issue

Acho que todos já ouviram falar (ou devia ter, se você é de modas), o The September Issue. É um documentário gravado em 2009 que acompanha a criação da edição de setembro da Vogue US, que foi uma edição que teve o maior número de páginas da história. Dá para acompanhar todo o trabalho da redação, inclusive da tirana, diva, editrix, enlouquecida, ou como você preferir definir,  Anna Wintour.

Vale muito muito a pena assistir a esse documentário porque ele mostra bem o dia-a-dia da redação da revista, como que são escolhidas as imagens que vão na edição, as discussões para uma tomada de decisão, os photo shoots, a Anna Wintour gongando uns trabalhos hahaha. Sério, pra qualquer um que se interesse por trabalhar em revista é obrigatório (apesar de não gostar dessa palavra, acho que aqui cabe), mas também indico pra quem não tem tanto interesse. Além de mostrar a redação da revista, aparecem vários eventos e acontecimentos envolvendo grandes nomes da moda. Mesmo que uma área não seja o nosso foco, é interessante saber um pouco mais sobre como funciona.

Quando assistir, preste atenção nas discussões, relacionamento e pontos de vista da Anna Wintour e da Grace Coddington, diretora criativa da revista. É muito interessante ver como a Grace é toda romântica, se apaixona por suas imagens e está sempre pensando na beleza, enquanto a Anna tem uma mente muito mais racional e pensa no que funciona e vende, tirando da revista o que ela achar que não funcione, apesar de ser uma imagem maravilhosa.

Nunca vi para vender no Brasil, mas você pode muito bem usufruir de todas as opções que a internet oferece para baixar filmes de graça ou comprar pelo site oficial do documentário ou pelo Itunes.

Um bom filme para você!

0 Com.

@talentoinbrands

Já ouviu falar da InBrands? É uma empresa que detém marcas, empresas e eventos como Ellus, Alexandre Herchcovitch, Salinas, Luminosidade, SPFW, Rio-à-Porter, entre outros. Como eles descrevem no site deles, eles desenvolvem e fazem a gestão de marcas líderes em seu segmento, afim de consolidar o mercado de moda brasileiro.

E, no começo desse mês, para nossa alegria, eles fizeram um perfil no Twitter especialmente criado para divulgar vagas de emprego nas marcas que formam o portifólio da empresa. Assim que aparece uma nova vaga, eles postam uma atualização com a função a ser exercida e o e-mail para o qual você deve enviar seu currículo.

Para seguir o perfil, clique aqui

Bem que todas as empresas poderiam facilitar nossa vida assim, né?! hahaha

0 Com.

Dica rápida: redes sociais

O Bom Dia Brasil fez uma ótima reportagem sobre como as redes sociais podem afetar no emprego (ou na busca dele), tanto positivo quanto negativamente:

Perfil nas redes sociais influencia avaliação profissional, diz pesquisa

(E essa dica foi meu namorado super participativo que me mandou =)) Não basta ser namorado, tem que participar! Haha Beijo, lindo!)