Man Repeller: o livro, o blog, a moça

Man Repeller. Quase posso jurar que qualquer pessoa que tenha um mínimo de interesse em moda conhece esse nome e/ou já entrou no tal blog. Eu, que me incluo nessa categoria, vira e mexe entro no blog (site agora?), dou uma fuçada, acompanho no insta, mas nada demais. Também já tinha visto que a Leandra Medine, autora do blog, estava conseguindo se transformar numa marca e, por consequência, num business forte mas, como disse anteriormente, achava legal e nada demais. Nada demais até domingo passado, quando terminei de ler o livro dela e estou praticamente obcecada por ela!!!

DSC01708

Explico: o livro, “Man Repeller” (inclusive a versão em português), é uma reunião de várias crônicas sobre diversos momentos da vida dela e a relação deles com a sua roupa e seu jeito de se vestir. A razão da minha paixão é a autenticidade da Leandra. Olhando seus looks extremamente doidos, os textos no blog cheios de ironias e gracinhas, as presenças nos eventos de moda mais prestigiados (no mundo!) e as infinitas roupas de marcas maravilhosas deixavam ela meio afastada do que eu penso/gosto/uso/vivo. Não tinha muito uma identificação, sabe? Mas lendo o livro, conhecendo as histórias de quando ela era pequena, do primeiro beijo decepcionante, de quando era gordinha, do primeiro estágio, das inseguranças me fez ver que ela era uma garota “qualquer”, como eu e você, que sempre teve um gosto estético peculiar e opinião forte, que teve uma vida normal, como de qualquer garota apaixonada por moda, mas um dia teve um momento “eureka”, começou um blog em que mostrava sua pura identidade e pensamentos para o mundo e fez sucesso. Fez sucesso porque ela é muito genuina e diferente do que se tinha na internet, tanto na época em que começou quanto agora.

Assim, termino o post com dois pensamentos:

– Compre o livro dela porque é engraçado, divertido e uma delícia de ler! Vai deixar o seu olhar para a moda mais leve e descomplicado. Nem tudo precisa ser tão sério!

Não tenha medo de ser quem você é. Seja autêntico. Não se prenda a regras. Tente coisas novas! Ela podia tentar se encaixar num perfil para ser parecida com as outras aspirantes a fashionistas/jornalistas de moda, ser mais elegante, refinada ou até esnobe, mas ela se manteve fiel a quem ela é e foi a vida toda e, por isso, fez sucesso. Afinal, como mais um blog comum de moda com looks-do-dia ordinários se destacaria?

leandra medine 2

Se você ainda não a conhece, pode ir fuçar que vale a pena!

The Man Repeller