Dicas de ouro ao se vestir para entrevistas de emprego – de moda!

Para (quase) todo mundo aquele momento de manhã na frente do armário tentando decidir “com que roupa eu vou?” é um drama, agora imagina esse momento quando você vai para uma entrevista de emprego!? Na área de moda?! Todas surtam!

Assim, hoje Dri blogueira sai e entra Dri Consultora de Imagem!

Só um lembrete antes de começar o papo: Eu vou dar dicas genéricas aqui, que são sugestões e possibilidades, nada é regra, ok!? E tudo tem que/pode/deve ser adaptado ao seu estilo e à sua realidade!

Então, vamos lá! Uma das coisas mais importantes a se falar é: se inspire nas pessoas da área/cargo/empresa no qual você está ambicionando.

the job you want

haha adoro essa imagem <3

Quando você está vestida de uma maneira parecida com a das pessoas com quem você quer trabalhar, é fácil para o entrevistador te visualizar naquele ambiente. Imagina assim: na empresa todo mundo é super relaxado, pé no chão, ninguém usa salto, tem jeans por todo o lado e o clima é super despojado. Daí chega uma pessoa montada num salto gigantesco, cabelo com baby liss perfeito, uma make impecável, roupa tão certinha e ajustada que os movimentos ficam até mais presos. Ela pode ter as habilidades ideais para o cargo em aberto, mas vocês não concordam que ela vai destoar MUITO lá?! E uma parte super importante em qualquer trabalho é um bom relacionamento entre os colegas e um clima legal no ambiente, em que todos estejam confortáveis. Assim, se tiver uma outra pessoa que também esteja apta, mas que tenha o mesmo “estilo” que o resto da equipe, vocês não concordam que a balança vai pesar muito mais para essa?

Como eu disse, tudo pode ser adaptado e pensado para você e seu estilo. Se a gente pensar no caso anterior, o que poderia ser mudado? Ela poderia ir de salto baixo ou sem salto, com uma make mais leve, o cabelo mais relaxado, alguma peça de roupa que passasse essa ideia de despojamento… A essência dela ainda vai estar ali, mas adequar alguns pequenos aspectos ía ajudá-la muito.

Antes que você pense “Ai, mas que frescura ter tanto cuidado com detalhezinhos! Eu não vou mudar para me encaixar!!” Mas isso não é mudar quem você é, é fazer algumas adequações para um papel/momento específico da sua vida. Pensa assim: quantos surfistas e skatistas tem que usar terno para trabalhar? Eles continuam sendo quem eles são, mas naquele momento eles estão se adequando. Então, aquele sapato gigantesco, ou até o contrário, aquele sapato gostosinho e confortável pode ficar para o fds ou horas livres, né?!

Hoje, com os blogs de street style e redes sociais, dá para achar facinho exemplos de looks de pessoas que trabalham onde ou com o quê você quer trabalhar! Pode ser que você não ache exatamente daquela empresa ou daquele cargo, mas dá para achar algo semelhante e poder se inspirar e ter uma ideia do que sim e do que não.

barbaramigliori

fefischer

Fotos da @barbaramigliori (Diretora de Moda da Vogue) e @fefischer (RP da Schutz): redes sociais super ajudam pra gente ter uma ideia de como se vestir.

Outro item importantíssimo para falar é: você passa mensagens o tempo todo com sua roupa e comportamento, sem precisar abrir um piu! O que a outra pessoa enxerga em você (roupa, comportamento, postura…) pode chegar a 93 POR CENTO de tudo o que ela absorve do que você comunicou! Ou seja, às vezes você pode estar falando uma coisa maravilhosa, mas se a imagem que a pessoa enxerga não condiz, ela não vai botar fé nessa maravilhosidade que você disse. E vou dar um exemplo aqui que todo mundo vai me entender!

devil prada

Nossa querida Andy Sachs de O Diabo Veste Prada <3 Ela se vestia toda destrambelhada e depois da makeover ficou toda elegante, fina e sincera (OU começou a usar roupas que se encaixavam na redação da Runaway). A atitude de todos com ela mudou, não mudou? A Miranda olhou pra ela com outros olhos, não olhou? O trabalho dela ou a competência dela mudaram? NÃO! Maaassss, agora as pessoas podiam ENXERGAR a competência nela! Sentiram a importância da imagem – e de pertencer ao lugar?

Agora falando mais especificamente, tem uma peça que eu boto a maior fé que vai ajudar no seu look conquistador-de-emprego, seja para trabalhar na Farm, na Vogue ou num bureau de tendências: o blazer! Como ele vem do terno, que é um dos “ícones” do guarda-roupa formal, ele carrega essa mensagem de profissionalismo, seriedade – e TODO MUNDO quer passar isso na entrevista, certo!? Seu blazer pode ser estruturado, de malha, estampado, assimétrico, colorido, branco, preto, cinza… Dá para todo mundo achar um modelo legal que combina com seu estilo! Ele vai combinar com o look certinho de salto e calça social ao despojado e básico de calça jeans e camiseta. Nesse último, mesmo que o ambiente seja super descolado, jovem e informal, ele vai garantir o toque de profissionalismo necessário.

blazer 1

Agora, o que NÃO fazer ou usar:

  • Barra de calça poída, camiseta com gola desbeiçada, mancha, sapato descuidado…: Nunca vão passar uma mensagem positiva de você.
  • Calças jeans rasgada e desbotada, com muita lavagem: mesmo que o ambiente seja descoladérrimo e tenha gente usando esse tipo de peça lá, eu não aconselharia para uma entrevista de emprego. Vai mostrar pele desnecessária e rasgo remete a descuido (mesmo que seja um item de moda, a mensagem continua sendo essa), então eu evitaria.
  • Make pesada e exagerada: a melhor alternativa é make de bonita, que valoriza, e não que distrai – e até causa repulsa!
  • Dedinhos dos pés totalmente de fora ou pé pelado (ex.: rasteirinhas): sapato fechado é a melhor alternativa! Essas características lembram praia, fim de semana… ou seja: ficar sem fazer nada e relaxar. Não queremos isso quando vamos mostrar como somos capazes, né?
  • Esmalte descascado: desleixo e preguiça! Sério, nem pra vida isso é legal! Não precisa estar com a unha necessariamente pintada, mas cortadinha e hidratada já tá bom.
  • Acessórios que fazem barulho: imagina você e o entrevistador conversando e aquele barulhinho de pulseira mexendo, brinco balançando… super distrai e incomoda.

 

Dá para montar looks e mais looks super interessantes e que expressem sua personalidade e tenham seu toque pessoal, é só garantir que essas ideias sejam levadas em consideração e você já vai chegar arrasando e se sentindo confiante ; )

Ps.: Importante lembrar que pode ser que você faça a entrevista com alguém do RH e não necessariamente da sua área (pelo menos num primeiro momento), então ele vai ter uma visão completamente diferente de um item de moda que essa outra pessoa teria! Tenha em mente isso sempre!!