DICAS | Job-à-Porter
O ESCRITÓRIO – CHEIO DE PERSONALIDADE – DA JENNA LYONS
O ESCRITÓRIO – CHEIO DE PERSONALIDADE – DA JENNA LYONS
O ESCRITÓRIO DE EVA CHEN
O ESCRITÓRIO DE EVA CHEN
Nova fase =)
NOVA FASE =)
DICAS DE OURO AO SE VESTIR PARA ENTREVISTAS DE EMPREGO – DE MODA!
DICAS DE OURO AO SE VESTIR PARA ENTREVISTAS DE EMPREGO – DE MODA!

DICAS

0 Com.

Contatos, Cursos e… Identidade Visual!

O mundo, não só da moda, está cada dia mais concorrido, né?! São cada vez mais línguas que a gente tem que falar, mais conhecimento que a gente tem que ter, mais lugares que a gente tem que frequentar e ver e ser visto. Aliás, vamos parar no ver e ser visto. Mais especificamente, no “ser visto”. Imagine que você trabalhe num lugar em que frequenta muitos eventos, recebe pessoas importantes no escritório da empresa, vai nas semanas de moda e etc. Você acaba conhecendo e trocando figurinha com diversas pessoas, dentre elas nomes importantes da indústria e/ou possíveis novos chefes. Mas, ao mesmo tempo, essas pessoas também encontram e conversam com uma galera! Como garantir que a pessoa se lembre de você depois, se vocês se falaram tão rápido e o tempo foi tão curto? É simples: crie uma identidade visual – torne mais fácil para as pessoas se lembrarem de você!

O seu pai ou seu namorado podem não saber o nome da Anna Wintour, mas se você mostrar a fotinho dela, com seu cabelo curtinho e seu óculos de sol giga, eles vão saber, certo? Quando a Anna Dello Russo passa nas semanas de moda, não é todo mundo que sabe o nome dela e o que ela faz, mas todo mundo lembra dela. E a Grace Coddington e sua cabeleira ruiva? E Costanza Pascolato com seu topete e óculos? E Dudu Bertholini com seus caftãs?

iv-brasil

Entenderam o ponto? Você não precisa se tornar um personagem e nem se vestir estranho, mas seria legal se você criasse uma identidade visual para você. Pode ser a diferença entre ter a oportunidade, ou não, de conseguir uma entrevista ou uma conversa em que você pode mostrar o seu diferencial e o seu repertório. As pessoas se sentem mais à vontade e confiam mais em quem elas já tem alguma referência, alguma familiaridade

iv-gringos

Pense no seu próprio estilo: o que você gosta muito de usar? Você pode se tornar a menina dos colarzões, ou o menino da gravata borboleta, ou aquela que só usa batonzão colorido, a do super delineador, a das roupas muito coloridas… Fica até mais fácil para as pessoas falarem de você. Imagina alguém falando de outra pessoa: sabe aquela loira de cabelo comprido? (Imagina quantas não tem na SPFW!) “Ahhh não sei…”. Agora olha a diferença: sabe aquela loira de cabelo comprido que sempre está usando um lenço colorido, cada dia amarrado de um jeito!? “SEI!!” Bingo! Ou então imagina que você está se candidatando para uma vaga numa revista e, ao chegar no lugar, a jornalista que está fazendo as entrevistas te reconhece de algum evento anterior. Pronto, você conseguiu dar um passo a frente dos outros candidatos.

Além de cuidar do conteúdo e dos contatos, também temos que garantir que sejamos lembrados E reconhecidos ; )

0 Com.

Contatos, Cursos e… Identidade Visual!

O mundo, não só da moda, está cada dia mais concorrido, né?! São cada vez mais línguas que a gente tem que falar, mais conhecimento que a gente tem que ter, mais lugares que a gente tem que frequentar e ver e ser visto. Aliás, vamos parar no ver e ser visto. Mais especificamente, no “ser visto”. Imagine que você trabalhe num lugar em que frequenta muitos eventos, recebe pessoas importantes no escritório da empresa, vai nas semanas de moda e etc. Você acaba conhecendo e trocando figurinha com diversas pessoas, dentre elas nomes importantes da indústria e/ou possíveis novos chefes. Mas, ao mesmo tempo, essas pessoas também encontram e conversam com uma galera! Como garantir que a pessoa se lembre de você depois, se vocês se falaram tão rápido e o tempo foi tão curto? É simples: crie uma identidade visual – torne mais fácil para as pessoas se lembrarem de você!

O seu pai ou seu namorado podem não saber o nome da Anna Wintour, mas se você mostrar a fotinho dela, com seu cabelo curtinho e seu óculos de sol giga, eles vão saber, certo? Quando a Anna Dello Russo passa nas semanas de moda, não é todo mundo que sabe o nome dela e o que ela faz, mas todo mundo lembra dela. E a Grace Coddington e sua cabeleira ruiva? E Costanza Pascolato com seu topete e óculos? E Dudu Bertholini com seus caftãs?

iv brasilEntenderam o ponto? Você não precisa se tornar um personagem e nem se vestir estranho, mas seria legal se você criasse uma identidade visual para você. Pode ser a diferença entre ter a oportunidade, ou não, de conseguir uma entrevista ou uma conversa em que você pode mostrar o seu diferencial e o seu repertório. As pessoas se sentem mais à vontade e confiam mais em quem elas já tem alguma referência, alguma familiaridade.

iv gringosPense no seu próprio estilo: o que você gosta muito de usar? Você pode se tornar a menina dos colarzões, ou o menino da gravata borboleta, ou aquela que só usa batonzão colorido, a do super delineador, a das roupas muito coloridas… Fica até mais fácil para as pessoas falarem de você. Imagina alguém falando de outra pessoa: sabe aquela loira de cabelo comprido? (Imagina quantas não tem na SPFW!) “Ahhh não sei…”. Agora olha a diferença: sabe aquela loira de cabelo comprido que sempre está usando um lenço colorido, cada dia amarrado de um jeito!? “SEI!!” Bingo! Ou então imagina que você está se candidatando para uma vaga numa revista e, ao chegar no lugar, a jornalista que está fazendo as entrevistas te reconhece de algum evento anterior. Pronto, você conseguiu dar um passo a frente dos outros candidatos.

Além de cuidar do conteúdo e dos contatos, também temos que garantir que sejamos lembrados E reconhecidos ; )

0 Com.

2 anos de Job-à-Porter!

E nesse último sábado (10/08) o blog fez 2 anos! E para comemorar eu fiz uma seleção de antigos posts que valem a pena serem lidos de novo!

IMG_0203

Para começar, um post sobre “Lista de metas“, que é uma ferramenta que nos ajuda muito a traçar nossos caminhos. E nesse caminho podem ter alguns fracassos, mas que não são de todo ruim! Aqui uma reflexão sobre isso – com o Tommy Hilfiger!

Todos sabemos como ler e nos informar é importante, mas parece que as pessoas tem pecado um pouco nisso… Aqui tem dicas para nos ajudar com isso.

Agora um tema que rendeu vários e-mails de leitores! Aqui eu contei sobre a minha experiência estudando moda em Londres e neste outro post eu conto sobre um dos cursos em específico.

Em 2012, eu contei sobre uma palestra super legal que eu assisti da Angela Valiera. Eu também falei sobre a minha experiência de Counseling com ela e compartilhei alguns vídeos dela.

Sempre gostamos de dicas que facilitem nosso dia-a-dia, né? Você pode ler sobre planejamento de tempocomo estimular sua criatividade.

E tivemos também posts bem inspiradores e incentivadores! Como por exemplo, essa entrevista com o Igor Dadona, estilista incrível que nos conta como está sendo o começo de sua carreira (ele agora entrou para o line-up da Casa dos Criadores!!!!), dicas para você alcançar seu emprego dos sonhos e essa reflexão de que “não custa nada tentar“!

E para finalizar, esse é para aqueles que estão naquela fase cruel do vestibular e tem que decidir qual faculdade cursar!

E lembrando que além do blog, o Job-à-Porter também tem uma página no Face! Algumas coisas são compartilhadas lá e acabam não aparecendo por aqui, então vale a pena curtir.

E obrigada a todos que tem acompanhado esses dois anos do JaP =)