FASM | Job-à-Porter
O ESCRITÓRIO – CHEIO DE PERSONALIDADE – DA JENNA LYONS
O ESCRITÓRIO – CHEIO DE PERSONALIDADE – DA JENNA LYONS
O ESCRITÓRIO DE EVA CHEN
O ESCRITÓRIO DE EVA CHEN
Nova fase =)
NOVA FASE =)
DICAS DE OURO AO SE VESTIR PARA ENTREVISTAS DE EMPREGO – DE MODA!
DICAS DE OURO AO SE VESTIR PARA ENTREVISTAS DE EMPREGO – DE MODA!

FASM

2 Com.

Cursos para 2014

Ano novo chegando aí… É uma época que a gente faz vários planejamentos, cria metas e alimenta nossos sonhos para que nossa vida fique ainda melhor =) E que tal incluir nesses novos planos algum curso para complementar seu currículo? Seja em que fase da sua carreira você estiver, conhecimento nunca é demais! Selecionei várias instituições que dão cursos livres para facilitar a sua pesquisa e escolha! Em algumas eu já estudei, outras não, mas no geral são bem faladas por aí e com profissionais top como professores!

*Acho legal olhar em outras áreas, não só de moda, porque às vezes tem uns temas que podem ser super interessantes e agregadores pra gente, também!

HEAD OF THE CLASSA.P.C. blazer, $420. DKNY Jeans jacket, $69. 7 For All Mankind jeans, $178.Escola São Paulo (SP): O site já está com o calendário disponível para o ano que vem. É um lugar mais modernete na Augusta e é ótimo para fazer contatos. Já fiz uns três cursos lá e foram todos bem legais!

FASM (SP): Algumas pessoas não sabem, mas, além de graduação, eles também oferecem cursos de extensão. Foi lá que eu estudei História, Moda e Cinema com o João Braga <3 tudo é organizadíssimo e com uma boa estrutura!

Casa do Saber (SP e RJ): Eu nunca fiz nenhum curso, mas tenho alguns amigos que fizeram e todos elogiam super! E tem uns cursos bem diferentões, é interessante!

IED (SP): Eu fiz um curso de Jornalismo de Moda lá com a Silvana Holzmeister, ex-editora da Vogue e atual Diretora de Redação da Cat Mag (pra onde eu escrevo às vezes <3), e foi bem interessante! A escola em si não é o exemplo de organização (#sinceridades), mas tem uma gama de opções bem variada!

ESPM (SP, RJ e RS): Não é uma instituição muito ligada à moda, mas para quem é do Marketing, ou quer se aprofundar a respeito, é referência! Eu fiz um curso de CRM ano passado e adorei!

Oficina de Estilo (SP): Fofas, muito fofas!!!! Eu fiz dois cursos com elas (Organização de Malas e Personal Shopping) e recomendo de olhos fechados! Para quem quer seguir carreira de personal stylist ou consultor de imagem, é um lugar para ir sem erro! Aliás, minha sócia se especializou com elas!

MADRE (SP): Eu fiquei sabendo dessa escola recentemente por meio de um post no Insta da Lia. Não ouvi falar muito sobre eles, mas dei uma fuçada no site e parece bem interessante.

Senac (Por todo o Brasil-sil): Eu nunca fiz nenhum curso lá, mas conheço várias pessoas que fizeram e sempre elogiam muito! Sem falar que é muito prático por ter em diversas cidades por todo o Brasil, né?

FAAP (SP e outras cidades): Eu fiz um curso lá com o João Braga (haha de novo ele!) e foi muuuuito legal. Por ser uma instituição mais “requintada”, os cursos são um pouco mais caros, mas a estrutura é top e tem muuuuitas opção legais. O calendário de 2014 já está disponível e tem temas como “Vocabulário de Moda em Inglês” e “As Divas do Cinema”.

Oficina de Escrita Criativa (SP): Esse aqui também não tem a ver com moda, mas como eu sei que muitos se interessam por escrita, seja por causa do jornalismo ou de blog, achei que vale a pena incluir! Foi a Jana Rosa quem falou dele e achei a ideia da escolha super bacana!

Se alguém tiver mais alguma dica, compartilha nos comentários!!

Beijos, Dri.

7 Com.

Qual faculdade eu faço?!

O post tá gigaaaante, mas é um assunto super necessário, não dava para ficar resumindo, sorry!

O post de hoje foi inspirado numa conversa que eu tive com uma leitora hoje à noite! Tudo começou com uma simples pergunta: “Gostaria de cursar moda e queria dicas de faculdades e universidades”. O papo rendeu, viu…

Há quase 7 anos atrás (ó Deus, como o tempo passa…) eu adoraria ter tido alguém para conversar a respeito! É uma escolha um tanto quanto complexa, já que a questão aqui não é só qual faculdade é boa, mas qual é o curso mais indicado para você. E também envolve o seguinte pensamento: nas áreas de engenharia ou direito, por exemplo, você TEM que se formar na área. Não existe engenheiro que não fez engenharia ou advogado que não cursou direito. Já em relação à moda, não é tão quadradinho de 8  quadrado; você pode tirar o conhecimento de diversos lugares, cursos…

Andy Sachs

Não sou uma super expert nos atuais cursos disponíveis atualmente, mas basicamente eu vejo três segmentos: Criação de Moda, Negócios da Moda e Tecnologia Têxtil. Pesquise e leia bastante sobre cada curso e as grades para você saber com qual você se identifica mais.

A chave aqui é pensar no que VOCÊ quer. – Aliás, não escute muito seus pais nesse momento… eles tem uma tendência a achar que moda é fútil e não vai te levar a lugar algum! – Você tem que levar em consideração qual base você quer ter, o que você quer estudar e aprender mais. Eu sou formada em Negócios da Moda com ênfase em marketing  pela Anhembi Morumbi. É um curso no qual você tem um aprendizado muito amplo da indústria da moda, não só da criação. A maior parte das minhas colegas de turma tinha interesse principalmente na criação, mas optaram por esse curso para terem um olhar mais voltado para o mercado e os negócios. Meio que para poder ter uma marca e saber tanto criar quanto gerenciar, sabe?

Vou contar algumas histórias de amigos meus para vocês me entenderem melhor:

Começando por mim: Eu sempre fui apaixonada por moda! Clichêzão mesmo hahaha sempre me interessei por roupas, como as pessoas se expressam por meio delas, como elas representam todo um contexto e uma sociedade… e eu também amava revistas de moda. O meu sonho era ser uma jornalista de moda e ter meus textos nas Elles e Vogues da vida. Lá no meu segundo colegial começou aquele questionamento de qual curso fazer. Eu não suportava a ideia de desenhar peças, criar coleções, pensar na construção, desenhar croquis… Então Criação estava fora de jogo. Como eu  gostava de revistas, cogitei estudar Jornalismo. E aí fiquei entre Jornalismo e Negócios da Moda, até me decidir que eu queria mesmo era ficar na moda, para depois definir qual seria a minha atuação nessa área. O curso foi perfeito para mim! Aprendi sobre tecidos, costurei, desenhei, estudei comportamento do consumidor, cool hunting, marketing, administração, produção de moda… o lado negativo é que você sabe de tudo um pouco, mas às vezes parece que você não sabe muito de nada, sabe? Mas para mim foi ótimo. Fiz diversos cursos para incrementar ainda mais o meu currículo e conhecimento, e como contei nesse post aqui, descobri que, afinal de contas, jornalismo não era para mim! Super me identifiquei com cool hunting e marketing, trabalhei na área comercial de uma marca e hoje sou consultora de imagem!

livros

Agora a história da minha sócia na Consultoria de Imagem, Carol Carneiro: ela também fez Negócios e desde o começo da faculdade se interessava por jornalismo. Chegou a trabalhar no backstage de desfiles, no marketing de uma marca e com uma joalheira, mas ela gostava mesmo era de jornalismo. Fizemos juntas um curso de Jornalismo no IED durante nosso último semestre. Ela manteve contato com nossos professores: Silvana Holzmeister (na época Editora de Projetos Especiais da Vogue) e Lula Rodrigues e, também por causa do blog que ela tinha, ela começou a pegar freelas e fazer coberturas de semanas de moda com esses jornalistas. Pronto, ela já era uma jornalista! Passou por uma revista digital e hoje, além de seus freelas e da nossa empresa, ela tem um blog no site da revista Glamour e escreve para o Fashion Bubbles.

Viram como a gente teve a mesma base, mas cada uma seguiu por um caminho?

Temos um amigo, Milton Meniquetti, que hoje em dia é dono de uma loja virtual, a Animal Prints. Ele é formado em Administração de Empresas, e também se formou com a gente em Negócios. Ele disse que a formação em moda foi super importante para ele ter a sua loja e poder pensar mais no seu consumidor, e não só e simplesmente administra-la. Nós fizemos até nosso TCC juntos, mas ele seguiu para o varejo e para a criação, já que cria suas próprias peças.

Uma outra amiga que se formou comigo, Luiza Paiva, hoje em dia é especializada em Visual Merchandising.

Último exemplo: Milena Mingone. Amigona minha, trabalhamos juntas na Paul Frank. A Mi é a estilista da marca, formada em Criação de Moda pela FASM e com passagem pela Ellus e Juliana Jabour. Ela não tem interesse nenhum na área comercial, por exemplo. O que ela gosta mesmo é de criar peças, é craque em analisar modelagens e tecidos, pensar nos aviamentos… Ou seja, Criação foi o curso perfeito para ela adquirir todo o conhecimento necessário para isso.

Manequins

E uma coisa também a se levar em consideração é que existem muitas instituições onde você pode fazer cursos livres: IED, FASM, Escola São Paulo, FAAP, Casa do Saber… Ou seja, mesmo que você curse Criação, você também pode estudar Marketing numa dessas escolas.

Para facilitar a sua pesquisa, o Chic postou uma lista atualizada de faculdades de moda pelo Brasil afora!

Espero não ter confundido sua cabeça ainda mais! hahaha Mas para quem quiser bater um papo, estou à disposição nos comentários, e-mail e página do face do blog =)

2 Com.

Interesse em história da arte/moda?

Existem algumas áreas que, se você busca o melhor dos melhores, tem nomes que são (praticamente) unanimidade: Ilana Berenholc em Consultoria de Imagem, Lula Rodrigues para moda masculina, Patricia Bonaldi ao se falar de vestidos bordados… E assim é o João Braga quando falamos em História da Arte ou da Moda. Você quer estudar sobre essas áreas ou quer se aprofundar um pouco mais? Então, nem precisa pensar duas vezes, João Braga é o nome para você!

Fiz dois cursos com ele em 2010 ( História, Moda e Cinema na FASM e A Moda pelos Ingleses, Franceses e Italianos na FAAP) que, além de ter tido a oportunidade de assistir a aulas incríveis e aprender ainda mais sobre os temas, serviram para me tornar mais uma entre os tantos fãs do João, que é uma pessoa muito bacana! Mas, além dele saber muito bem sobre o tema e ser super didático, ele tem uma característica super singular (para os dias de hoje): ele não é NADA tecnológico! hahaha Até 2010 ele tinha uma secretária eletrônica em casa e só! Ou seja, para saber sobre os cursos e palestras dele tinha que ficar com o radar bem ligado e ir à caça.

Porém, para a nossa alegria, ele agora tem uma página no face!! Não sei exatamente se é ele ou algum assistente que a alimenta, mas lá são divulgados os cursos, palestras e as viagens que ele faz… Aliás, essas viagens são um sonho! Ele vai com uma turma de alunos que tem aulas de história in loco. Imaginou que incrível andar pelas ruas e museus de Paris com um professor de história super querido contando sobre cada detalhe?! Normalmente ele vai para Paris, mas eu sei que ano passado ele foi para a Rússia. E em maio tem mais uma turma! Para os interessados, tem tudo na página dele.

O link para a página é esse aqui. E o bacana de curtir a página é que, além da divulgação das aulas, eles postam vídeos e textos interessantes da área ou que o próprio João escreveu.

Recomendo muito =)